As histórias de terror por trás dos mais belos contos de fadas da Disney

Como são belos os contos de fadas da Disney que volta e meia nos apetece rever.
Mas e se o “e viveram felizes para sempre” não passar na verdade de uma mentira? E se as histórias originais que serviram de inspiração aos seus filmes Disney favoritos forem na verdade sombrias e rebuscadas? Vamos embarcar numa viagem assustadora para descobrir a verdade sobre as suas histórias Disney favoritas!

_Cinderela_

cinderela

A versão da Disney

No filme da Disney de 1950, depois da morte do pai Cinderela é maltratada pela sua madrasta e pelas meias-irmãs. Com a ajuda da sua fada-madrinha, Cinderela consegue ir ao baile e conhece o Príncipe, mas assim que o relógio toca as 12 badaladas ela foge e perde o seu sapato de cristal. Depois de procurar pela rapariga do baile em todas as casas da aldeia, o Príncipe encontra finalmente Cinderela, o sapato serve-lhe perfeitamente e vivem felizes para sempre.

A versão original

No conto original de Charles Perrault as coisas não terminam tão bem para as meias-irmãs de Cinderela. A madrasta de Cinderela corta os dedos dos pés às suas filhas para tentar que o sapato servisse a uma delas. Claro que o seu diabólico plano não resulta e é Cinderela quem casa com o Príncipe. No entanto, este não é o único castigo – durante o casamento de Cinderela pombos voam pelo céu e arrancam os olhos das suas meias-irmãs.

_A Pequena Sereia_

peq-sereia

A versão da Disney

Na interpretação da Disney deste conto, Ariel toma a decisão de abdicar da sua voz em troca de pernas humanas e parte para terra à procura do amor. Ela apaixona-se pelo Príncipe Eric, juntos combatem o mal e vivem felizes para sempre.

A versão original

O conto original de Christian Andersen não tem o típico final feliz. Para começar, não é apenas a voz que Ariel perde para ter pernas humanas. No seu acordo com a Bruxa do Mar fica definido que em cada passo Ariel sentirá uma dor inimaginável, como se estivesse a caminhar sobre facas afiadas. E isto está longe de ser suficiente, no conto original diz-se que as sereias não têm alma e logo não podem ir para céu. A única forma de Ariel ter uma vida para além da morte é conseguir que o Príncipe a beije, mas ela rapidamente descobre que ele está prestes a casar com outra mulher. No dia do seu casamento ela atira-se ao mar e transforma-se em espuma marinha.

_A Bela e o Monstro_

17061361_9lm0u

A versão da Disney

Na história, Bela fica com o Monstro no castelo oferecendo-se para assumir o lugar do seu pai, que aí era prisioneiro. Com o convívio começam a aproximar-se e acabam por se apaixonar. Isto quebra o feitiço que tinha sido lançado ao Príncipe e ele recupera a sua forma humana.

A versão original

Na história tradicional de A Bela e o Monstro, Bela tem duas irmãs terríveis.  O Monstro também lhe permite que visite a sua família durante uma semana. Durante essa visita, as irmãs de Bela ficam com muita inveja da vida luxuosa que ela leva no castelo com o Monstro e tentam convencê-la a ficar com elas mais tempo, com a ideia do Monstro ficar furioso e de a matar quando ela regressasse ao castelo.

_Pinóquio _

pinoquio-e-seu-nariz

A versão da Disney

No filme da Disney, Geppetto, que sempre quis ter um filho, constrói um boneco de madeira ao qual dá o nome de Pinóquio. A Fada Azul dá vida ao boneco. Depois de uma série de problemas e de azares, Pinóquio salva Gepetto da baleia e a Fada Azul transforma-o num menino de verdade.

A versão original

No entanto, o Pinóquio de Carlo Collodi não é um menino assim tão bom. Na verdadeira história ele mata Jiminy durante o primeiro ato. Para comprar bilhetes para o teatro, Pinóquio também vende o seu livro da escola, que Gepetto tinha comprado com o dinheiro da venda do seu único casaco. As maldades de Pinóquio vão-se tornando cada vez mais graves, o que faz com que o leitor tenha dificuldade em ter pena dele quando a Raposa e o Gato o penduram numa árvore e aí o deixam para morrer no final da história.

_O Corcunda de Notre Dame_

maxresdefault

A versão da Disney

A versão da Disney conta a história de Quasimodo, um homem nascido com uma deficiência física que vive na Notre Dame, escondido da sociedade e a quem nunca é permitido sair. Ele apaixona-se por Esmeralda, uma jovem e bonita cigana e ajuda-a a fugir à execução pela igreja.

A versão original

A história original foi escrita por Victor Hugo e não termina de forma agradável para nenhum dos personagens. Quasimodo não consegue salvar Esmeralda e ela é enforcada por Frollo. Depois, Quasimodo suicida-se deixando-se morrer à fome em luto por Esmeralda.

_Branca de Neve_

branca-de-nevedisney-branca-de-neve

A versão da Disney

Basicamente todos sabemos como é a história. A Rainha Má ordena ao caçador que mate Branca de Neve depois de descobrir que ela é a rapariga mais bonita do país.  Branca de Neve corre pela floresta e encontra os Sete Anões, mas a Rainha, disfarçada de uma velha senhora, encontra-a e oferece-lhe uma maça envenenada. Branca de Neve cai inanimada e é acordada por um beijo do Príncipe. Fogem do castelo juntos e a Rainha Má cai de um penhasco e morre.

A versão original

No conto dos irmãos Grimm, o destino de Branca de Neve é mais ou menos o mesmo. Mas o mesmo não se pode dizer da Rainha Má. Em vez de morrer por cair de um penhasco, a Rainha Má é convidada para o seu casamento pela Branca de Neve, onde lhe são oferecidos sapatos de ferro quente sendo obrigada a dançar com eles até à morte.

_A Bela Adormecida_

bela-adormecida-historia-630x329

A versão da Disney

A princesa é enganada por Maléfica e pica-se numa roca amaldiçoada o que faz com que caia num sono eterno. Resumindo uma longa história, a maldição é quebrada pelo Príncipe quando a beija. O resto já podem adivinhar.

A versão original

A história original de Giambattista Basile chama-se “Sol, Lua e Talia” e está longe da interpretação que a Disney faz da história. O Príncipe não é mesmo um príncipe, mas um rei, e em vez de quebrar o feitiço com um beijo, ele viola Talia. Alguns meses mais tarde, ela acorda e dá à luz gémeos – Sol e Lua. Ela e os seus filhos encontram o castelo do Rei, onde a sua mulher tenta fazer com que ele coma os filhos que teve com Talia. A parte pior é que ele atira a sua esposa para o fogo e casa com Talia.

_Lilly_

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s