Deliver Us From Evil

MV5BMTM1NTM5MDQ3Ml5BMl5BanBnXkFtZTcwMjMzMjgzMQ@@._V1_.jpg

Título em Português: Livrai-nos do Mal

País: Estados Unidos da América

Realização e Argumento: Amy Berg

Ano: 2006

Classificação IMDB: 8,0/10

Sinopse: este documentário conta o caso do Padre Oliver O’Grady, o mais reconhecido pedófilo da Igreja Católica moderna. Sem qualquer vergonha ou qualquer sentimento de culpa, O’Grady usava o seu charme e autoridade para violar dezenas de crianças Católicas do Norte da Califórnia. Durante duas décadas e apesar das queixas em várias comunidades, a Igreja foi dissimulando o caso para evitar críticas, transferindo-o de paróquia em paróquia.
O’Grady acabaria por ser preso, mas cumpriu apenas metade dos 14 anos a que foi condenado. Hoje em dia passeia-se livremente pelas ruas de Dublin.

———-

Todos nós, pessoas de mente aberta e com noção do mundo à nossa volta, crescemos a saber que a pedofilia dentro da igreja, praticada pelos próprios padres, sempre existiu.

Talvez não tenhamos é a noção que estes casos nunca deixarão de existir, por encobrimento do próprio Vaticano!

Com este documentário, Amy Berg consegue, com grande genialidade e imparcialidade, mostrar-nos a história do Padre O’Grady, contada na primeira pessoa, assim como a de algumas das suas vitimas.

São relatos de torcer o estômago. Oliver O’Grady conta, detalhadamente, o que fez a algumas das crianças que foram entregues a seu cuidado, não só nas aulas de catequese, como também nos orfanatos pertencentes às paróquias pelas quais passou, sempre com um ar impávido e sereno… nojento!

Sem Título.png

A pedofilia na Igreja Católica é examinada como um fenómeno social e como crise dos indivíduos modernos.

Para mostrar como o padre teve acesso a tantos momentos sozinho com as crianças, o documentário desenvolve primeiramente uma interessante explicação do poder da religião, da credibilidade que se atribui instantaneamente a estes representantes da Igreja que simbolizam, para os crentes, a encarnação de Deus.

Assim, algumas famílias dão o seu testemunho entre a revolta e a culpa. Revolta pelo facto de a maioria dos actos de violência ter acontecido dentro de suas próprias casas (em certos casos, durante vários anos), e culpa por não se terem apercebido a tempo de evitar uma catástrofe deste calibre.

Amy Berg tenta dar um passo em frente e compreender as origens da pedofilia. Porque haverão 10% de pedófilos na Igreja, segundo algumas estatísticas? A resposta polémica do filme aponta para o voto de castidade: impedidos de exprimir livremente os seus impulsos sexuais, os padres transferem o desejo para os seres a eles submissos, numa substituição do que seria o papel de uma mulher na família patriarcal. O documentário completa o cenário de desculpabilização dizendo que, numa religião em que o próprio sexo é crime, não há diferença entre violar uma mulher adulta ou uma criança.

Mais chocante são as voltas que este padre deu depois de ter sido descoberto.

Trocando por miúdos, e muito sucintamente, o que se sucedida era o seguinte: O’Grady estava na paróquia X, era descoberto, transferiam-nos para a paróquia Y… era descoberto, transferiam-no para a paróquia Z… e assim sucessivamente, deixando um rasto de destruição de sonhos, de carácter e de inocência nas crianças com quem tinha contacto.

Curiosamente, o documentário desenvolve estas afirmações a partir de um material limitado: são poucas as pessoas que dão o seu depoimento no filme, assim como são poucos os especialistas, os dados e o material de arquivo.

Amy Berg é ambiciosa mesmo dentro de uma pequena estrutura. Prova disso é a conclusão chocante envolvendo o Papa Bento XVI como um dos principais responsáveis pela dissimulação dos casos de pedofilia, e o ex presidente americano George W. Bush como o homem que impediu que o papa fosse investigado por estes casos.

_Lilly_

Anúncios

4 thoughts on “Deliver Us From Evil

  1. A Igreja Catolica e uma seita…falam agora das atrocidades do ISIS como se eles nao tivessem um CV verdadeiramente nojento….e uma vergonha!!!! Vou pensar se vejo pk eu enervo-me muito com estas coisas. Mas ainda bem k saiu…kt mais pessoas continuarem a despertar para o cancro k e esta seita, melhor!
    E preciso ter lata para falar dos direitos das mulheres no islamismo quando se violam os Direitos Humanos de todas as maneiras e feitios…inquisicao, condenacao dos homossexuais, das mulheres relativamente ao seu papel de escravas do marido, pedofilia a toda a hora, fetos assassinados e a postura k se conhece contra o aborto…enfim…para mim a instituicao mais criminosa de sempre!

    Liked by 1 person

    1. Este documentário é um must see!!!! explica perfeitamente como esta prática não só é encoberta pelo próprio Vaticano, como também é aceite!
      Algumas das vitimas até se deslocam até ao Vaticano para solicitar uma audiência e foram completamente barrados!
      Por favor vê, depois diz-me o que achaste.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s